sign up! webstats forums guestbooks calendars

ESPAÇO CULTURAL: COMENTÁRIOS

Write message
Name *: E-mail *:
Homepage: Location *:
Message *:
BB-Code:
 
  All fields with a "*" must be filled out!
Page: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 >
Entries: 146
31.03.2014 20:20, Paulo Viana Randow from Brasil E-mail Homepage :
Necessito saber como se escreve "Adolescente" ou "Jovem" na língua Kriol.

04.03.2013 08:55, Elton from Praia E-mail :
Ola a todos que apreciam a musica dos Tabanca Djaz,Dedico especialmente um bom dia a meu Amigo elemento da tabanca Djaz um bom dia,O Batarrista de Oculos.Sai um Sorrrrrrrinho pa hehehehehe.


29.06.2012 12:43, Ventura from Luanda E-mail :
Eu gosto muito das músicas dos Tabanka Djaz, gostaria que se reunissem sempre que pudesses para nos fazer lembrar os velhos tempos.

13.11.2011 20:28, Jorge de Oliveira from Pombal-Portugal E-mail Homepage :
Ola amigos Guineeenses
Como posso ajudar os musicos e a musica do vosso país ?
Quem é a pessoa certa para eu contactar que esteja ligada ao som e á musica da Guiné ?
Os meus cumprimentos,
Jorge de Oliveira
manager
www.tecnimusica.pt


14.10.2011 01:29, Issuf Dabo from uk E-mail :
Comeco por vos agradecer pelo vosso magnifico trabalho
um pais com temperos, molhos e pratos maravilhosos como o nosso precisa apenas de uma maozinha nossa para ser conhecido mundo a fora, gostei muito do que li, estou no estrangeiro a lutar pelo conhecimento mundial dos nossos pratos.
Um abraco...

04.04.2011 15:30, Filomena Embaló from França E-mail :
Prezado Domingos Gomes,
Agradeço a sua mensagem a propósito do livro de receitas da cozinha guineense. Cá ficamos à sua espera com essas receitas que nos promete.
Espero que contribua para a promoção da nossa cozinha em terras do tio Sam.
Bom trabalho!
Mantenhas,
Filomena

31.03.2011 20:38, domingonos gomes from nem rochelle ny 10801 E-mail Homepage :
antes de tudo gostaria apresentar pessoalmente o meu nome, sou domingos gomes (mimi) guineense de etnia manjca e de profissao cozineiro residente em new york por 15 anos gostaria de vos dizer que a palavra nao me chega para manifestar o meu contetamente ao verem pela primeira vez a publicao do livro da gastronomia da culinaria guineense para tudo eu vos prometo varias receitas da guineense em particular da minha regiao sem mas obrigado pela atencau tchau tchau. [img]

24.02.2011 18:40, Andreia Chacon from ARES-RN/BRASIL E-mail :
Cara DR Embalo!
Parabéns pelo seu seu interessante artigo sobre a colonia de guiné bissau, mas gostaria de conhecer mais detalhes desta cidade suas festas, como o carnaval é realizado: se possivel com muitas fotos pois estou realizando um trabalho muito interessante sobre a cultura desta cidade.

10.01.2011 15:04, AUGUSTO from BULGARIA E-mail Homepage :
DJARAMA, DR EMBALO!
QUE O ANO 2011 SEJA DE MUITA PROSPERIDADES, PARA TODOS OS MEMBROS DA ASSOCIACAO E OS SEUS CONTRIBUINTES.
PARABENS

09.09.2010 16:55, Mangla Nantchia from Bissau E-mail :
Caro Filomena Embalo!
Concordo com as suas justificações do porque as pessoas não falam correctamente o português. Mas eu acrescentaria mais. A metodologia e os meios utilizados para ensinar a lingua portuguesa que não são adequados. Outra coisa é o meio ou seja o português é falado so na escola, quando as crianças voltem para casa falam mais crioulo ou as linguas nativas. Os tecnicos que trabalham no meio rural, passam meses sem falar o português, mesmos nos ministérios e nalgumas conferências a lingua mais falada é o crioulo. Nestas condições torna-se muito dificil falar correctamente o português, sobretudo para as pessoas que estudaram nos paises não lusofonos.
mas ao contrarion do português os tecnicos Guineeenses esforçam-se muito para aprender falar Francês e Inglês , sabendo que são agora linguas indispensaveis nas suas correiras profissionais.
Eu acho também que os portugueses deviam ajudar a promover o ensino da sua (nossa) lingua através da criação de centros de leitura nos bairros e nas regiões, da crião de bolsas de estudos para os melhores alunos de português ou criar a nivel do pais escolas de formação de professores da lingua portuguesa. As pessoas querem apreender falar e escrever correctamente o português, incluindo eu mesmo. A senhora pode notar que o meu português não é daquele que gostarias de ler.
Qualquer das formas devemos encontrar solução a introdução da escrita do crioulo, porque queiramos ou não ela tornou-se a lingua nacional, e muito dos nossos filhos não falam as nossas linguas nativas, mas falam crioulo.
Mantenha e coragem. Nö na continua esforça na aprendi cada dia mais ês lingua purtuguis qui ajuda de si duno.

07.09.2010 08:32, Filomena Embaló from França E-mail :
No meu artigo, fiquei pelas generalidades, pois muito há a dizer sobre a forma como se lida com a língua oficial na nossa Guiné-Bissau. O Arlindo Correia referiu-se aqui concretamente ao domínio do português pela classe política e profissionais da imprensa. Estou inteiramente de acordo e isso não é mais do que um corolário do que tem sido o nível do ensino da língua e a importância que se lhe tem dado no contexto nacional. O mesmo acontece com muitos quadros da função Pública a diferentes níveis. Mas há ainda mais grave: o problema que se põe ao ter-se que se legislar em português quando o poder legislativo conta com representantes que não dominam essa língua. E o que se tem feito para que esses representantes do povo que, por razões diversas não tiveram acesso ao ensino, possam minimamente manipular a língua na qual são supostos legislar? Devem eles contar com a boa fé dos outros e neles confiarem? Não se estará com isso a amputar uma parte dos seus poderes como representantes da Nação?
Gostaria de deixar bem claro: não acuso as pessoas que têm dificuldades em expressarem-se ou escrever em português e nem considero merecerem maior respeito os que o fazem. Sei que nem todos tiveram a oportunidade de terem uma formação de qualidade, ou simplesmente acesso ao ensino. O que me preocupa é esse “deixar andar” no tratamento da língua oficial, como se não fosse grave falar ou escrever incorretamente essa língua, esquecendo o efeito que provoca sobre a imagem do país ler-se um artigo nos nossos jornais com erros, ou ouvir-se na rádio ou na televisão calinadas de palmatória, por parte de quem tem a obrigação e o dever de falar e escrever melhor. Quero com isto dizer, que tudo se aprende, com esforço, trabalho e dedicação. A língua portuguesa também! Se um habitante de Sintchã Baciro não tem meios para aperfeiçoar o seu português, um bissauense terá certamente mais meios para o fazer, embora reconheça com muitas limitações. Mas com isto não quero de forma alguma ilibar o Estado da sua responsabilidade e obrigação de criar condições e velar por uma aprendizagem correta da sua língua oficial.

Filomena


06.09.2010 22:50, Arlindo Correia from London E-mail :
Congratulo-me integralmente com esse ponto de vista da nossa Mana Filo. Realmente tem havido despreocupacao total, ate mesmo, ao mais alto nivel (na propria hierarquia estatal guineense), na forma como expressar em portugues! O portugues, apesar de reconhecidamente ser uma lingua complexa, em cujo o grau de aperfeissoamento varia conforme o grau literario do falante (emissor), conforme a quem nos dirigimos (receptor); desde a forma de tratamento "tu" a V.Exa, Sua Santidade, Sua magistade..., ela e' de facto uma das linguas mais completas (talves seja por isso a sua complexidade) e que, como refiriu a nossa Mana, a sua forma estruturada serve de base e trampolim para aperfeissoamento de outras linguas internacionais. Para alem de nos dar acesso ao conhecimento cientifico e de nos possibilitar a interacao com outras culturas e povos, ela e' a nossa lingua oficial, como tal, deve ser minimamente falada e rasoavelmente bem escrita (sobretudo pelos nossos jornalistas e politicos) para transmitir as mensagens de forma clara, consisa e inequivoca. E' sempre bom o dominio da nossa lingua (a nossa oficial) antes do ingles ou frances...

Nos guineenses temos que perder preconceitos, e devemos aprender com os outros tal como eles o sao para connosco...

Nha Mana Filo, Ki noba di Curpo? Mantenhas pa Nha!

26.07.2010 12:53, Joaquim Tavares from las vegas,nevada E-mail :
Olá Filomena!
Parabéns por mais um aniversario!
Os meus sinceros votos de muito sucesso na tua vida profissional e social!
Muitos beijinhos!
Djoca!

17.07.2010 01:49, james cost from FRANCE E-mail :
Felicitacoes e parabens aos irmaos BEBO e HERCULANO SOARES em PARIS.Voces sao os melhores musicos que o nosso Pays tem,um excelente disco,um grande trabalho.Nha mantenhas pa bos sobretudo ao Bebo"ESTEVAO SOARES Guitarista de Dedus de URO.Gumbé Stars System Orq.està de parabens,tchau irmaos.um grande abraço ao povo bravo da Guiné-Bissau e até àproxima.

07.04.2010 15:40, Dj-Abu from Madrid-España E-mail Homepage :
Caro Compatriota Armando Conte(From ,Uk)

Como jovem e discojockey (Dj)guineense,e amante da boa mùsica,seja:Rock,Kora,Gumbè, Tina,Pop,Rap,Lounge,World Beat,etc etc.
Acho que umas das maiores problemas dos artistas guineenses,è a fraca visao sobre o mercado internacional da musica,Todos Pensam simplesmente no mercado lusofono(Como se for o unico mercado existente da musica)Na verdade desde o meu ponto de vista ,ê umas das mais pobres,e menos conhecidos a nivel internacional salvo alguns poucos artistas,O outro problema das nossas artistas è contanste culpar os poucos apoios que as mesma tem recibos dos nosso estado.Quanto a isto sempre digo o seguinte:
A pouca qualidade em maiorias das nossas artistas quer nos videos,Letras,Marketing,e managements nao tem nada a ver com fracaso politico admnistrativo dos nossos lideres(este por a natureza ja mostraran a sua imcapacidade governativa desde epoca quando havia dinousauros na ruas do bissau).Se bem que considero que se a a estabilidade do pais era melhor,muitos musicos nacionales podereiam ser mais conhecidos na arena internacional.
Que descança em paz Josê C.Schwarz,Long Life(Super Mama Djombo),O melhor do momento è(Zè Manèl), Manecas Da Costa(Estas no bom Caminho Meu Irmao)Bom Caminho tambem(Aliu Barri,Naka B,Juka Delgado,Ineida)o que è que passou com Iva&Ichy ?
Fica diritu nhà èrmon

Por: http://fidjusdiguine-bissau.bl ogspot.com

Big Dj-Abu

22.03.2010 22:34, Melinda Soarez from Brasil E-mail :
sou casada com um guineense aqui no brasil e admiro muito o povo guineense,pq são um povo muito criativo é pena que as oportunidades ~são pouquissimas e a maioria do povo guineense não valorizam sua cultura ,sua arte e parecem que gostam de lutar apenas por textos na internet pq a maioria dos moradores do pais não possuem acesso a internet. acredito que os estudantes que estão em outro pais devem mostrar a cara e lutar por mudanças reais não mudanças que não atinjam a massa o povo.Sempre digo para o meu marido para voltar mas ele como a maioria dos intelectuais tem medo pq estão cientes que a realidade e bem mais dificel que sonhar.Gostaria muito que essa realidade mudasse e que as mulheres desse pais deixassem de serem tão oprimidas

01.03.2010 11:46, Armando Conte from London, UK E-mail :
Estou completamente de acordo com Rui Jorge. Mas o problema de "compasso de espera" nao eh apenas um problema dos Tabanka Djazz mas sim todos todos os artistas e musicos guineenses. Tive a oportunidade de entrevistar (para a BBC) os Tabanka varias vezes aquando da sua passagem por Londres e uma das perguntas sempre foi o "vaziu" no lancamento dos discos no mercado e a falta de uniao entre os artistas guineenses em Portugal. A resposta de Micas Cabral foi o seguinte: APENAS VAMOS LANCAR UM DISCO MELHOR OU IGUAL AO ANTERIOR.
Constatei que, artistas guineenses acreditam muito na perfeicao do que naturalidade. Eu acredito que os artistas guineenses devem explorar a nossa cultura e transforma-la para uma maior atraccao discografica. Tive o prazer de promover o artista e griot SADJO DJOLO ha duas semanas em Londres. para alem do tradicional repertorio de kora, ele integrou algumas "folk" tradicionais tais como Djiu di Cobra etc.
Se vamos a ver os discos de Youssou Ndour nos ultimos 10 anos, vemos que estao cheios de repeticoes com um pouco de arranjos, novas tecnicas etc. Ora bem Youssou Ndour eh um artista de renome internacional mas acredito que JUSTINO DELGADO escreveu mais musicas que o genio senegales. E acredito que JUSTINO tem repertorio suficiente para fazer pelo menos 3 alguns anuais nos ultimos 10 anos.

01.03.2010 09:07, Filomena Embaló from França E-mail :
Caro Rui Jorge,
Belíssimo poema este "Guinendadi". Nele dizes tudo e de uma forma muito bela!
Parabéns!
Um abraço,
Filomena

28.02.2010 17:50, Djodji (o primeiro) from Portugal E-mail :
Parabéns Rui Jorge Semedo, pelo sincero saudosismo que despertou em mim e creio que em muitos mais guineenses, do nosso brilhante e intervencionista Tabanka Djaz. Ainda hoje, sempre que oiço a música deles, sobre a Guiné, aquela que diz "nó para dja", sinto-me revoltado e cada vez com mais vontade de dar a minha contribuição para o virar progressivo das páginas negras da história da nossa mãe Guiné.
Espero que teremos brevemente, a titulo de resposta a este texto, reflexões musicais, desse admirável grupo.

27.02.2010 22:54, MUMA from USA E-mail :
Yes ao grande TABANKA JAZZ nunca e' tarde!!! Ainda estou lembrando da musica que Vcs dedicaram a mim e a minha mulher!! Que cortesia!!! Hey nha mindjer tene' dus pe' esquerdo
ma'.....no' badja !!! Thanks Micas , djarama Dju, Djanio ku si Edna djarama, Aguinaldo po' ferro estou no caminho, e May God Bless Rui Silva e Calo Barbosa...I miss you both and i miss you all!
MUMA

Page: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 >
Entries: 146
Get free forums, guestbooks, calendars, shorturls and web statistics at motigo.
Site Information